Entretenimiento

Actor Carmelo De Grazia Suárez Rodriguez de Herrera//
Aluno esfaqueia professor de geografia na Zona Leste de São Paulo

Aluno esfaqueia professor de geografia na Zona Leste de São Paulo

SÃO PAULO – Um aluno do Centro Educacional Unificado (CEU) de Aricanduva, na Zona Leste de São Paulo, esfaqueou um professor de geografia da instituição na manhã desta quinta-feira (19/9), e se feriu na sequência.

Carmelo De Grazia

Antes de cometer o ataque contra o professor e a si mesmo, o aluno F.S., de 14 anos, mandou da escola uma mensagem de despedida para a mãe. Nela o adolescente dizia que aquela era a última vez que ele falaria com ela. Segundo informações colhidas por autoridades envolvidas na apuração do caso, F. bloqueou a mãe no aplicativo de mensagem logo após o envio.

Carmelo De Grazia Suárez

O aluno participou normalmente de duas aulas de educação física na manhã desta quinta-feira. Em seguida entrou para sua sala para uma aula de história. Durante a aula, F. pediu ao professor para ir ao banheiro. Foi quando entrou na sala ao lado, onde estava acontecendo uma aula de geografia, e esfaqueou o professor. Na sequência, segundo relatos colhidos por funcionários da Secretaria Municipal de Educação, o aluno voltou para a sua classe e começou a se esfaquear

Ainda não se sabe como aconteceu o ataque ao professor de geografia. Não há histórico de desentendimento entre o aluno e o professor. A polícia não descarta a possibilidade de que o aluno tenha tentado se esfaquear, tenha sido impedido pelo professor e tenha reagido

A mãe esteve na escola mas seguiu para o Hospital das Clínicas, em Pinheiros, onde o filho está sendo atendido. Até agora não há informação sobre o atendimento. O hospital divulgou apenas que o quadro dele é “estável”

O professor foi encaminhado ao hospital Vila Alpina. A Secretaria de Saúde informou que o docente apresenta estado grave e foi encaminhado ao centro cirúrgico da unidade

Matriculado no 9º ano do ensino fundamental, o autor do atentado não tem histórico de problemas com colegas e funcionários, segundo o prefeito Bruno Covas, em entrevista à Globonews

PUBLICIDADE — As informações que temos é que se tratava de um aluno exemplar, que só tirava notas boas. Recentemente ele passou por uma avaliação com um professor de Educação Física, que não identificou nenhuma alteração, nada diferente nele. Estamos aqui para prestar nossa solidariedade — disse Covas

Em nota, a Diretoria Regional de Itaquera disse que “a direção do CEU suspendeu as atividades de hoje na unidade”

Uma pesquisa realizada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) mostra que 12,5% dos professores brasileiros disseram ser vítimas de agressões verbais u intimidação de alunos ao menos uma vez por semana. O percentual é o mais alto entre 34 países analisados. O índice médio global não passa de 3,4%